Home / Dicas

Dicas

Como agem os ativos antiquebra em cada região do cabelo

Como agem os ativos antiquebra em cada região do cabelo

“Existem diversas opções de fórmulas no mercado de beleza capazes de solucionar uma das maiores tragédias para qualquer cabeleira: a perda de fios como consequência do rompimento das fibras, ou seja, a famosa quebra.

Mas você sabe como esses princípios ativos agem sobre o cabelo? Antes de escolher que tipo de produto usar ou indicar para a sua cliente, é preciso saber em qual parte da estrutura capilar ele atua: nos fios, no bulbo ou no couro cabeludo. A seguir, identifico quais substâncias atuam em cada região:

Nos fios
São dois grupos de substâncias:

1. Os que retêm a água natural do fio de cabelo. Aqui entram os silicones e lipídeos vegetais, ou seja, os óleos e manteigas extraídos de frutos ricos em propriedades hidratantes como abacate, karité, argan, damasco, entre outros.
Estes ativos formam uma espécie de filme superficial sobre o fio, que evita a perda da umidade, mantendo a flexibilidade do cabelo e protegendo-o da quebra. Estes tormam-se indispensáveis em procedimentos que geralmente resultam na quebra mecânica (penteados), térmica (chapinha, secador, babyliss) e química (coloração, alisamento, descoloração).
2. Ativos que reestruturam a cutícula capilar e fortalecem o fio que podem ser divididos em:
Aminoácidos - alanina, asparagina, cisteína, glicina, glutamina, prolina, arginina, fenilalanina, lisina, serina, metionina, entre outros
- Ceramidas
Glycosan RE

Esses, por sua vez, são fundamentais em produtos indicados para o pós-tratamento químico, principalmente quando ocorre a perda de massa capilar após colorações, descolorações e alisamentos.

Estes ingredientes são vaso-dilatadores periféricos que estimulam a circulação sanguínea na região e favorecem a alimentação do bulbo capilar, mantendo-o vitalizado. Os mais eficazes são a capsaicina e nicotinamida, indicados principalmente em produtos para o tratamento de fios submetidos a processos químicos.

É bom falar também do ácido salicílico, que evita a descamação do couro cabeludo e melhora a qualidade do fio, tratando de disfunções decorrentes de alisamentos e escovas progressivas.